dicasHackeando a PrivacidadeMestre do Mac

Como Apagar o Histórico das Gravações da Siri (e do Ditado) no macOS

A Siri e Ditado são processados pelos servidores da Apple. Além do Áudio em si, são enviados alguns outros dados como:
– nome dos seus contados;
– apelidos;
– relação que você tem com eles, a Siri precisa saber o que fazer quando você disser “pai”;
– músicas que você curte;
– podcasts;
– livros;
– nome dos seus álbuns de fotos;
– nome dos seus dispositivos e dos da sua família;
– nome dos dispositivos conectados ao Casa;
– aplicativos instalados;
– atalhos instalados;
– geolocalização.

Parece muita coisa, né? Mas é o necessário para a Siri funcionar. E tudo anonimizado com privacidade diferencial.

E seus áudios são salvos no servidores também por até seis meses. Alguns deles podem ser ouvidos por humanos que trabalham na Apple.

Se quiser apagar esse Histórico, acesse:
– Preferências do Sistema no menu 
– Siri
– Apagar Histórico da Siri e Ditado

Se não quiser que esses áudios sejam salvos, vá em:
– Preferências do Sistema no menu 
– Segurança e Privacidade
– Privacidade
– Análise e Melhorias
– desmarque Melhorar Siri e Ditado

Considere também, se estiver focando em privacidade, desabilitar em Preferências do Sistema ➟ Segurança e Privacidade ➟ Privacidade ➟ Serviços de Localização ➟ Siri e Ditado; espie os apps com acesso ao Reconhecimento de Fala nessa mesma janela anterior; bem como os Apps que a Siri aprende em Preferências do Sistema ➟ Siri ➟ Sugestões da Siri e Privacidade.

Lembre-se que os ajustes Siri são sincronizados entre seus dispositivos. Caso o uso Siri for muito distinto entre os dispositivos ou você não queira que a info de um vaze para outro, desligue o sincronismo em Preferências do Sistema ➟ ID Apple ➟ iCloud ➟ Siri.

Gustavo Faria

de um tempo em que a UFRJ formava não cientistas da computação, mas bacharéis em informática e acompanhe as Dicas do Coca.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar