perguntas

Como funciona o GPS dos iTrecos?

O iPhone e o iPad celular(3G/4G) são equipados com um chip GPS.

O sistema GPS, Global Position System, é americano. É composto por 27 satélites, sendo 3 de reserva em caso de falhas, em órbita geo-estacionária. Em qualquer ponto do globo pelos menos 4 desses satélites estão “visíveis”.

Por triangulação, captando o sinal/posição de 3 satélites “GPS”, é possível determinar a posição exata no globo terrestre.

Além do sistema americano, GPS, existe o GLONASS da Rússia, Galileo da União Européia e Beidou Chinês.

O iPhone 4S e o Novo iPad é além de se conectar na rede GPS também consegue usar a rede Glonass. Isso dá muito mais velocidade e precisão na geo-localização.

O GPS do iPhone, puro, leva aproximadamente 10 minutos para conseguir se localizar pela primeira vez. Para agilizar criaram o A-GPS.

A-GPS

Ou GPS Assistido, que muito confundem com GPS curva-a-curva, faz uso das antenas de celular para determinar a posição.

De posse dessa posição inicial os cálculos do GPS ficam muito mais rápidos. Em menos de 20 segundos a sua geo-localização já está travada.

o A-GPS é um dos motivos para o GPS do iPhone dar problema em caso de viagens. Você sai da sua cidade no Brasil, desliga o celular no avião, e quando chega em outro país o iPhone não consegue estabeler o protocolo com a rede local por causa do roaming. E acaba achando que ainda está no Brasil. Resultado: o GPS não funciona. Para resolver esse bug, basta se conectar na rede celular local, basta fazer uma ligação. Não precisa completar a chamada. Se ouvir a voz automática “não foi possível completar a sua chamada” significa que você já entrou na rede celular. E o GPS do iPhone vai funcionar novamente.

E quando não tem antena de celular por perto?

Aí o jeito é esperar a sincronia com os satélites. Funciona mas demora. Deixe o seu navegador GPS aberto e aguarde.

Mas cuidado, alguns deles tem limite de tempo para estabelecer a conexão. E geralmente esse limite é menor que o necessário. Esse é o caso do TomTom, por exemplo.

Mas meu iPod Touch se geo-localiza sem o chip GPS

Verdade. Isso porque existe uma forma de geo-localização por redes Wi-Fi.

Lembra do Google StreetView que mapeava aonde estavam as redes Wi-Fi?

É mais ou menos assim, o iPod Touch pega a rede Wi-fi que estou conectado, ou as redes ao meu redor, envia para o servidor que retorna a minha localização.

Pode reparar que se não tiver internet a geo-localização não funciona.

A Apple não usa o Google para isso. Usa a Skyhook. Quer dizer usava como lembrou o José Navas iPhones com o iOS a maior ou igual ao 3.2 e Wi-Fi ligado contribuem diariamente na alimentação desse banco de dados da Apple. A cada 24 horas, o iPhone envia um lote de informações de torres de telefonia celular e pontos de acesso Wi-Fi, com suas respectivas coordenadas geográficas para os servidores da Apple. O sistema operacional coleta esses dados sempre que você liga o aparelho e/ou utiliza um app de geolocalização, como o Google Maps. Para evitar consumo de dados não-autorizado pelo usuário, esses lotes só são enviados para a Apple quando uma conexão Wi-Fi está disponível.

E funciona com o Acesso Pessoal do iPhone?

Sim. Funciona. Só certifique-se que está habilitado a opção Conexão Rede Wi-Fi, na verdade habilite todas, em Ajustes, Privacidade, Serviços de Localização, Serviços do Sistema(bem no final da lista).

E com a posição travada, precisa. Diferente de quando se usa a Skyhook ou a posição das antenas celular. E isso só é possível de duas formas. Ou o iPhone envia a sua geo-posição para a Apple e o iPod Touch/iPad consulta a posição do acesso compartilhado pelo iPhone. Ou então parte do protocolo de comunicação entre o iPhone e o iPod Touch/iPad envolve o envio da geo-posição.

Não tenho como garantir qual opção é usada. Mas acredito que os dispositivo Apple trocam a sua geo-localização. Isso porque a posição que o iPhone e o iPad, no meu caso de teste,  estava perfeitamente sincronizada, travada em ambos.

Gustavo Faria

de um tempo em que a UFRJ formava não cientistas da computação, mas bacharéis em informática e acompanhe as Dicas do Coca.
Fechar