opinião

Data de lançamento do Novo iPad no Brasil

Será fabricado no Brasil? 30% mais barato? Vale a pena esperar ou comprar na próxima viagem?

Perguntas difíceis! 

Tirando o iPad 1 que levou aproximadamente 8 meses desde a data de lançamento no EUA até a chegada no Brasil. Todos os demais produtos com “internet” levaram cerca 2-3 meses para serem comercializados oficialmente na terra tupiniquim.

Produtos como Apple TV, Macs e afins, são lançados praticamente no mundo todo, inclusive no Brasil, no mesmo dia. Isso se deve a demanda. Infinitamente menor q iPhones e iPads. Acrescente que iPhone e iPad, produtos com “internet” precisam ser homologados na Anatel. Produtos WiFi também precisam ser homologados. Isso pode atrasar um pouco as coisas no Brasil? Pode, mas não creio.

Então acredito que o Novo iPad será lançado em 2-3 meses por aqui. Mas ninguém sabe ao certo.

Mas será fabricado no Brasil? Com a redução de 30%?

Ninguém sabe ao certo também. Posso inferir que será fabricado apenas o modelo iPad 2 16GB. O que seria uma espécie de segunda linha de iPads. Imagino assim já que foi essa a abordagem com os iPhones. O 4S é importado. Apenas o 4 com 8GB, “segunda linha” é fabricado aqui.

Vale lembrar que o iPad 2 de 16 GB anunciado junto do novo iPad não é o mesmo do ano passado. Leves alterações internas já foram identificadas. É preciso produzir o atual iPad 2.

Posso estar errado, mas não haverá quedas no preço do Novo iPad. Só no iPad 2 produzido aqui no Brasil. E essa redução será mascarada pelo fato do iPad 2 estar USD100 mais barato.

Até mesmo na China o preço do iPad é superior ao preço nos EUA. E é assim em todo o mundo, O preço americano é o menor de todos. Continuará. Se for viajar para lá aproveite.

Atualização

Em 05/04/2012 foi foi obtida a homologação junto à Anatel do iPad 2 fabricado no Brasil.

Em 13/04/2012 foi foi obtida a homologação junto à Anatel do novo iPad, incluso o fabricado no Brasil.

Em 16/04/2012 fontes do CocaTech afirmam a precisa Data de Lançamento do Novo iPad no Brasil.

Gustavo Faria

de um tempo em que a UFRJ formava não cientistas da computação, mas bacharéis em informática e acompanhe as Dicas do Coca.
Close