dicas

GTD – Contextos

Já falei aqui sobre GTD. Uma das coisas que mais me encantou no GTD foi o conceito de contexto. Era uma coisa intuitiva e óbvia mas que nunca tinha racionalizado.

O contexto é o recurso que você precisa ter para executar tal tarefa. Para mandar um email, você precisa de um computador. Para comprar feijão, é preciso ir no mercado. São três as categorias principais: Lugares, Ferramentas e Pessoas.

Casa e trabalho são dois principais exemplo de contextos/lugares.

Além deles. Tenho o “Errands” que traduzindo para o português livremente seria algo como “fazer uma jornada para obter alguma coisa”. Nela coloco o que preciso comprar no mercado, na farmácia, online, na App Store e no DealExtreme. A idéia dele no meu uso é quase como que uma “lista de compras”.

Ferramentas no meu caso são MacBook, iPhone, iPad e Telefone. Agrupados da seguinte forma:

Separo Telefone de iPhone porque no Telefone são as ligações que preciso fazer. E iPhone são coisas específicas onde uso algum app do iPhone. O mesmo se aplica para o iPad e MacBook. Coisas que posso fazer em qualguer dos dispositivos coloco na categoria acima: Gadget. As coisas que precisam ser feitas exclusicamente quando o MacBook estiver em casa, fica em outro contexto hierarquico. Por exemplo, alguma manutenção, limpeza ou backup. iPhones e iPads geralmente são limpos na barra da camisa… 🙂

E no terceiro grupo de contexto temos as Pessoas.

Aqui tem um detalhe. Eu não preciso de uma pessoa para mandar uma resposta via email ou telefone. Esse caso fica na categoria Gadget ou Telefone, respectivamente. Aqui é quando a pessoa me deve uma resposta e para não esquecer coloco ali. Ou uma pauta de reunião.

Algo que faço muito é pedir para a pessoa me mandar um email com o assunto em questão. Esse email é redirecionado muitas vezes para esse “Waiting For”. Por exemplo, algum amigo pedindo ajuda com o computador. Precisamos estar juntos e com o computador. Dou entrada nessa categoria para não ficar perdido. Tem gente que tem uma pasta no email para tratar desse tópico. Eu prefiro deixar isso dentro do OmniFocus porque nem sempre existe um email registrando a pendência.

E por fim um toque pessoal nos contextos. “Fresh Mind”. Tem certas coisas que preciso fazer na mais absoluta paz. Idealizar uma viagem por exemplo. Em “Fresh Mind” guardo as coisas que preciso idealizar.

O importante é revisar constantemente os seus contextos. Eles podem ser tão complexos quanto a sua necessidade. Só não podem é ser mais complexos.

Etiquetas

Gustavo Faria

de um tempo em que a UFRJ formava não cientistas da computação, mas bacharéis em informática e acompanhe as Dicas do Coca.
Fechar