opinião

iPad 128GB, vale a pena?

Muitos são os que tem comentado que o iPad 128GB está numa faixa de preço de MacBook Air e seria um bobagem preferir o iPad.

Há casos e casos.

Conheço gente que coloca toda a sua Biblioteca de fotos num iPad. São pessoas que não querem ficar presas ao computadores “ultrapassados”.

Assim como conheço também gente que tem toda a sua Biblioteca Musical “replicada” num iPod Classic.

O iPad 128GB pode ser tonar o fiel depositário das músicas, e com um diferencial ímpar. Não precisa estar “replicada” no iTunes. Não que seja uma tarefa fácil. Mas além do iTunes Match que não funciona a pessoa pode comprar suas músicas pelo iTunes do iPad, sem ter que sincronizar.

Quem sabe até armazenar a “videoteca” de uma pessoa. Opções existem.

Pra mim 16GB está mais do que bom. O que quero do iPad é o conforto de digitar/”entrar dados” de uma forma mais confortável que no iPhone sem ter que carregar o peso do MacBook Pro ou ter o colo aquecido por ele.

Mas para isso existe o MacBook Air, pode-se argumentar. Sim, é verdade. As possibilidades computacionais de um Air são gigantes, tantas quantas são as possibilidades de uma Tela Touch.

É uma questão de gosto.

Considerando que os os Apps tendem a ficar cada vez maiores, é uma boa pedida. Sem contar que nossa Biblioteca(Músicas, Filmes, Podcasts, Apps, …) também aumenta com o passar do tempo.

E para os donos de um iPad 4 64GB que estão “tristes”, reparem na sincronicidade com o lançamento Surface Pro 128GB. De fato, parece que ter mais de uma atualização por ano é uma boa. Deixa os usuários “tristes”, mas a Apple fica mais competitiva.

Imagina quando for lançado o o SIV, a Apple pode atualizar o processador de seu iPhone 5. Update de hardware pode nãõ valer a pena, porém jamais deve ser ruim. Quem curte tecnologia, simplesmente não pode ser contra updates de hardware.

Gustavo Faria

de um tempo em que a UFRJ formava não cientistas da computação, mas bacharéis em informática e acompanhe as Dicas do Coca.
Close