notícias

Jobs queria Wi-Fi sem senha

steve-jobs-walking-his-pug

Imagina andar pela cidade e ter Wi-Fi sempre disponível. O iPhone tem uma mensagem que mostra as redes ao redor, mas costumeiramente tem senha.

Na questão de segurança uma rede em separado resolveria. O Airport tem a opção de uma segunda rede, exclusiva para convidados, separada da principal. Mas ainda assim com senha.

A Comcast nos US está com um projeto parecido oferecendo um Wi-Fi pago usando o modem dos próprios clientes como ponto de conexão, mas em separado da rede principal, como se fosse uma rede de convidados por todo o país mas paga.

His idea was to get as many wireless router makers as possible to build in a “guest network” option — essentially a second Wi-Fi network, securely walled off from the rest of the home network, and with its own name. Then, he hoped that the industry would encourage people to share their bandwidth with strangers via these guest networks. That way, a smartphone user could walk around, moving from one Wi-Fi hotspot to another, without logging in — much like people using cellular data move from one cell tower to another. (traduzir)

via recode

Gustavo Faria

de um tempo em que a UFRJ formava não cientistas da computação, mas bacharéis em informática e acompanhe as Dicas do Coca.
Close