opiniãoreviews

“Lendo” Audiobooks

Audiobooks é uma coisa nova. Muitos ainda desconhecem totalmente essa mídia. Alguns poucos se lembram que os primeiros audiobooks eram feitos em CD. Já que o meio que consagra os audiobooks são é o mesmo que consagra os podcasts.

Um audiobook, ou áudio-livro, é um livro falado. Como se alguém lesse o livro para você. No caso dos livros para o Brasil, Antônio Fagundes, José Mayer,  José Wilker e muitos outros emprestam suas vozes. Em muitos casos o narrador altera sua voz para representar cada personagem. Nos melhores casos, vários narradores, às vezes um para cada personagem, contribuem para o audiobook. Não raro os audiobook tem efeitos sonoros para uma melhor ambientação. Eu digo que o audiobook é como uma novela de rádio, embora seja muito novo para ter vivido essa época.

Páginas viram horas, medimos um livro pelo seu número de páginas. Só que isso não quer dizer muita coisa. Não dá para saber quanto tempo levaremos para ler tal livro. Com o audiobook isso não acontece. Você sabe a duração. 8 horas, 33 horas, não importa está definido e você já sabe o tanto de tempo a investir na leitura.

Lugares antes proibitivos de ler se tornam alvos fáceis do audiobook. Ler no trânsito? Ler em um ambiente totalmente escuro? Ler durante uma caminhada? Ler durante sua prática de exercícios? Audiobook!

Existem boas opções nacionais de áudio-livros. A maior empresa internacional, para que faz bom uso do inglês é a Audible. Os preços não são muito convidativos, eles meio que regulam com a versão online, que regula com a versão impressa. para nossa sorte a Audible tem um esquema de créditos que vale a pena conferir para os que como eu gostam da mídia.

Você já experimentou um audiobook?

 

Gustavo Faria

de um tempo em que a UFRJ formava não cientistas da computação, mas bacharéis em informática e acompanhe as Dicas do Coca.
Fechar