dicasopinião

Métodos de GTD

Quando se fala de sistemas de produtividade, gerenciamento de tempo, organização pessoal, essas coisas, o que emerge rapidamente é o GTD.

Minha idéia com esse blog não é ser a última palavra no assunto. O que espero é poder ter a sorte de aumentar o seu conhecimento e curiosidade. O que uso para atingir essa meta é compartilhar meu conhecimento e servir de ponto de coesão para que exista interação.

Por isso quero falar de outros métodos de organização pessoal. Vocês sabem que no dia-a-dia uso o parte do GTD com Pomodoro. Mas isso é papo para outro artigo.

Como cada pessoa adapta o GTD à sua realidade, existem diversas metodologias derivadas. A mais famosa é o ZTD – Zen to Done – uma variação minimalista e interessante, para aqueles que consideram o GTD para os que acham o GTD muito complexo, difícil de adotar todos os passos. Vale a pena espiar essa abordagem. Sugiro também olhar Stephen Covey, com os 7 hábitos das pessoas realmente eficazes. Embora não seja um sistema com passos definidos pode dar algumas dicas. O hábito 3, “First Things First” é muito importante. Fala do método Eisenhower:

  1. Importante e urgente
  2. Importante e não urgente
  3. Não importante e urgente
  4. Não importante e não urgente

Vale também conhecer o método POSEC – Prioritize by Organizing, Streamlining, Economizing and Contributing.

Mark Foster com sua abordagem Get Everything Done, aprimorada em Do It Tomorrow, apesar de contraditória ao GTD, não deixa de ser interessante, principalmente para os que já usam GTD há muito tempo.

Merlin Mann é outro com o 43folders.com dá dicas valiosas. Se você já ouviu falar do Hipster PDA, saiba que foi invenção do Merlin Mann. Ele reforça bastante o conceito de Inbox Zero e dá diversas dicas!
Eu misturo GTD, Eisenhower e Pomodoro. Pomodoro é uma técnica que afirma que o tempo médio de concentração do cérebro humana em uma determinada tarefa é de 25 minutos. Então é sugerido um ciclo de 25 minutos totalmente concentrado na tarefa em questão com 5 minutos de “descanso” mental. Como consigo manter o foco por mais de 25 minutos aumento esse tempo.

Sugere algum outro tópico a ser comentado aqui? Manda pra gente!

Etiquetas

Gustavo Faria

de um tempo em que a UFRJ formava não cientistas da computação, mas bacharéis em informática e acompanhe as Dicas do Coca.
Fechar