opinião

Assistência Apple: Mediocridade Fantasiada de Excelência

poeira-camera-iphone5

Antes devo lembrar que Mediocridade não é um adjetivo que significa ruim. Mediocridade vem de Medíocre, que vem de Médio, algo que está dentro da média. Ser Medíocre é ser mediano ou morno. É ser apenas razoável.

Sábado perto das 14h, tirei uma foto com a câmera traseira do iPhone para registrar a Tela Inicial de Instalação do Mavericks. Notei um “ponto preto”. Pensei que fosse sujeira na tela do iTreco. Não era. Parecia na lenta da câmera. Limpei e não saiu. Era por dentro da lente.

Esse problema de sujeira é bastante comum no iPhone 5. Parece que a poeira entra pelo buraco microfone que fica ao lado da câmera traseira. Não entendi muito bem, mas parece que em alguns casos chega a entrar na câmera em si, em outros casos chegaria a arranhar a lente. Pouco importa. Isso denoto uma falha de projeto, como qualquer produto de primeira geração. Sempre tem alguma falha.

Liguei para uma assistência especializada e perguntei se eles limpavam a câmera. Não limpavam.

Lembrei que o iPhone ainda estava na garantia e resolvi entrar em contato com a Apple.

Nunca tinha usado a garantia Apple para iPhone. Já tinha usado duas outras vezes, mas pela operadora. Um 3GS que teve problema com GPS e um 4 que parou de ler o chip.

Fiz o contato pelo o site, num sábado de tarde e a Apple me ligou de volta em 2 minutos.

Excelência. Nada de ficar esperando no telefone ouvindo musiquinha.

suporte-apple-ligando

Expliquei o caso, o atendente sugeriu fazer uma restauração e se o problema continuar ir na loja.

No início da noite estava na assistência. Era 18h. Peguei a senha 200, estava no 163. Fui passear pelo shopping, quase comprei o novo S4 como narrei no episódio 07/10.

19h voltei, estava na senha 193. 3 minutos depois estava sendo atendido. Da senha 194 até o 200 não tinha ninguém, tinham desistido.

O atendente verificou o problema. Abriu o iPhone verificou os circuitos e deu entrada. Deu o prazo de 7 dias corridos para retirar um novo iPhone na loja.

Enquanto estava sendo atendido. Ouvi 4 problemas.

Um iPad com acesso celular que caiu no chão ou foi atropelado. Tela quebrada e carcaça amassada. Não foi possível retirar o chip. Em até 7 dias um novo iPad será entregue.

Um garoto de 8 anos que não conseguia rodar apps não-nativos. A versão do App não era compatível a versão do iOS que estava antiga.

Uma outra tela quebrada num iPhone 5 com 3 meses. 7 dias depois, no máximo, será entregue um novo iPhone 5.

Um iPhone 5 com iOS 7, aparelho com um mês de compra e estava apresentando lentidão. Foi aconselhado um restore e se o problema continuar, levar o aparelho lá para ser trocado.

Todos foram atendidos e aconselhados.

Só que vamos olhar com outra ótica.

Levei uma hora para ser atendido. Terei que esperar uma semana para um novo iPhone. Num deveria ser na hora? Num deveria ter no estoque? Se tivesse acabado do estoque, eu entenderia. Mas ser essa a política padrão?

É preciso fazer Backup do aparelho para não perder dados. Não poderia ter uma “máquina” para que os aparelhos, com dados íntegros, fossem restaurados sem perder nada?

Trocar o iPhone por causa de uma tela? Até quando teremos essa política de conserto em base de troca? Já são 5 anos de BR e temos uma fábrica aqui!

Seja qual o motivo que levou uma versão de App incompatível com o iOS deveria ser barrada.

Apagar os Ajustes teria mais sucesso que uma restauração.

Um alicate poderia ter salvo o chip do iPad. Qual o receio de estragar mais? Isso até coloco na conta da loja. Vamos ignorar.

Só uma palavra define o estado da Assistência da Apple no BR: Mediocridade.

Parece Excelência por que as demais fazem pior do que isso.

Posso conviver com as Excentricidades da Apple. Mas não a Mediocridade.

Gustavo Faria

de um tempo em que a UFRJ formava não cientistas da computação, mas bacharéis em informática e acompanhe as Dicas do Coca.
Fechar