opinião

iOS vs. Android

Essa é uma discussão bem acalorada. Quem curte Linux, Software Livre, essas coisas acaba se alinhando no lado do Android. Por outro lado, quem defende a Apple fala da fragmentação, os app feios, a conectividade com o PC, e tantas outras coisas.

Mas e para o usuário comum? Isso faz diferença?

O iPhone é um celular na faixa de R$2.000. E não tem outra opção. Até tem, 3GS de 8GB, usado, mas vou me ater nos telefones novos e recentes vendidos pela operadora. No lado do Android existem telefones top de linha na mesma faixa de preço, Galaxy S II, Motorola Atrix, … Aí surge a primeira pergunta. Quem compra um celular de R$2.000? Alguém influenciado por algum hype. Ou alguém que fará uso dos recursos do dispositivo. Produtividade, redes sociais, jogos, GPS, e tantos outros.

E essa é a pergunta que deve nos orientar. Para que vamos usar o celular?

Se for apenas para ligações não precisa ser um smartphone. Se, digamos, você quer desenvolver uma solução automatizada para uma cooperativa de taxi, talvez os top de linha sejam um investimento muito alto. Ponto para a fragmentação do Android, que permite aparelhos mais econômicos na faixa do R$500.

Faça essa pergunta ao comprar novos dispositivos: pra quero quero usar esse dispositivo?

E verifique se está tomando a decisão certa. Há espaço para todos. E todas as necessidades podem ser atendidas de um jeito ou de outro.

Gustavo Faria

de um tempo em que a UFRJ formava não cientistas da computação, mas bacharéis em informática e acompanhe as Dicas do Coca.
Fechar