história

Qual o significado do “i” nos produtos da Apple?

O “i” é mega interessante e controversa. Há quem diaga que o iMac foi o Internet Mac. Colocando o foco na nova tecnologia em uso na época.

Outros, que é Individual Mac. Sabemos o quanto a Apple foca no “individual”, sob qualquer aspecto que olhemos.

E diversos outros mitos(ou verdades).

Há quem diga que é uma referência ao seu designer Jonathan Ivy, a linha Ivy. Poético.

Curto todos esses ângulos.

i

Fato é que durante a Keynote de apresentação do primeiro iMac (39segundos do vídeo abaixo), Steve aponta: internet, individual, instruct, inform e inspire.

Entretanto, a primeira vez que foi usado o i, era uma referência a Steve Jobs.

Quando ele retornou à Apple em 1995, a idéia era que ele fosse o CEO interino, até as coisas se arranjassem. O povo lá dentro o chamou de iCEO, interim CEO.

Para espivetar Jobs, e lembrá-lo que ele não ficaria lá por muito tempo. Só que ele gostou e lascou o i em toda a linha de produtos.

i em inglês quer dizer EU. Conhecendo Jobs, teria como ele não curtir isso?

Essa é a história que mais gosto, pelo menos tem base histórica.

iMac, iTunes, iPod, iPhone, iPad, iWork, iWeb, iMovie, iDvd, iPhoto, iChat, …

Alguns ficaram de fora: Mail, GarageBand, Aperture, Final Cut, Apple TV(embora originalmente fosse iTV até 2007), …

Será que eles perderam o i porque não eram Apple like? Eram complicados de usar?

Só podemos especular o motivo.

Gustavo Faria

de um tempo em que a UFRJ formava não cientistas da computação, mas bacharéis em informática e acompanhe as Dicas do Coca.
Close