notícias

Resumão Google I/O 2013

A keynote foi muito “Apple like”. Nada de gente caindo do céu como no ano passado e como muitos esperavam esse.

Nem Android novo teve.

O foco foi um grisalho de voz vacilante. Falando sobre “humanidade”. Posso estar enganado, e espero que esteja. Mas não foi um resfriado que deixou o Larry Page assim. Ele não está nada bem.

O Google tem ótimos serviços. Busca, Mapas, Infra-estrutura e “copiar”. O Google quando “inventa” algo tende a falhar miseravelmente com o tempo. O Google cria coisas para Geeks, cria o paraíso tech. Só que o mundo não é Geek. Quem terá coragem de usar um Google Glass? Um fone Bluetooth já causa desconforto social.

Agora, quando o Google encasqueta em copiar… Ele faz muito bem. Foi o que fez com o iPhone. Eles foram os únicos a perceber que estavam olhando para um revolução e entraram na onda. Os demais foram engolidos pelo mercado.

E o Google mostrou isso hoje. Sua magnífica capacidade de se inspirar no que está dando certo.
Com um diferencial. A plataforma agora está integrada. Gostei muito do que vi. O foco saiu, ao menos na apresentação, da tecnologia como ferramenta. Deram sentido, nos fizeram sonhar ainda que literalmente pela extensa duração. Foi uma apresentação “Jobs like”.

A keynote começou falando de números. 900 milhões de dispositivos Android. 70% do mercado. E 48 bilhões de aplicativos baixados. Sendo 2.5 bilhões só no último mês. Os desenvolvedores receberam mais nos últimos 4 meses do que no último ano.

Não poderia ser diferente… A Apple anunciou o 50 bilhões hoje, logo depois do final da apresentação. Sincronicidades, ou não.

Google Play Services

Google Play games services é o Game Center do Google. Além das funções sociais e de multiplayer, poderá guardar o avanço do jogo. Tudo multiplataforma. Você poderá usar esses recursos no iOS.

Location API’s, agora conta com Cerca Virtual Geográfica. Como no iOS. E com isso uma performance de bateria muito baixa, algo próximo de 1% por hora. Além de ser mais preciso.

O Google Cloud Messaging, que substitui o Android Cloud to Device Messaging, permitirá o envio de mensagens para os apps, incluindo chrome apps/extensões. E tudo integrado entre plataformas. Uma notificação vista no Tablet será removido do smartphone.

Cross-Platform Single Sign On, se num determinado site via desktop, digamos, você se logar com sua conta G+, e estiver tudo sincronizado via Google Accounts no Chrome, vocês estará logado no site ao acessar via smartphone. Se esse site tiver um aplicativo você pode enviá-lo direto para o seu dispositivo. E se ele usar o Cross-Platform Single Sign On, você estará logado. Alô Facebook Connect!

Android Studio

Um dos pontos fracos era a plataforma de desenvolvimento. Agora temos o Android Studio, baseado em IntelliJ IDEA. Muito mais produtivo. É possível ver como o App vai ficar em diversos dispositivos ao mesmo tempo.

Google Play Developer Console

Serviço de tradução de apps com base num nova APK, por uns USD100, parece, seu app sera traduzido por uma empresa em até uma semana.

Plataforma de Beta Testing.

Dicas de otimização para design de aplicativos em tablets, para expandir o mercado, …

Gráfico des lucros, estatísticas do Analytics também fazem parte.

Google Play Music All Access

Você envia as suas próprias músicas e ainda tem acesso a biblioteca da Google Play. Tudo isso para USD 10/mês. Adeus Spotify. Adeus Pandora.

Rádio sem limites.

iRadio?

Google+ Fotos

É um problema esse negócio de fotos. Principalmente selecionar as melhores fotos para compartilhar.

O Google agora faz isso. Escolhe para você. É o Highlight. Verificando se a foto está borrada, com uma exposição bacana, tem pessoas, monumentos, … É feita a seleção.

As fotos também são aprimoradas automaticamente. Redução de ruído, Tira rugas :), identificação de monumentos, faces, …

E para concluir efeitos Awesome. Animação quadro-a-quadro. Panorama automático. HDR…

Galaxy S4 Google Nexus

Nada de novo aparelho.

O Google vai disponibilizar uma versão desbloqueada do S4 com Android 4.2 puro dia 25/06 por USD 649.

O Google queria se distanciar da Samsung ano passado. E agora voltou a namorar. Nada de Motorola. O S4 hoje é o que apresentar o melhor hardware.

E nada de Android. Será que esta maduro? Será que não tem mais o que fazer alem de facilitar? Será estratégia para colocar o máximo de dispositivos possíveis na mesma versão 4?

Google Play for Education

Além de facilitar a busca de conteúdo educacional, facilita também a distribuição.

Ao invés de usar cartão de crédito, professores podem usar a conta da instituição de ensino para comprar um lote de aplicativo e já disponibilizar nos dispositivos dos alunos.

Hangouts

O iMessage+Facetime do Google. De novo, tudo integrado e multiplataforma, inclusive desktop. Conversa em texto ou vídeo. Compartilhamento de fotos.

Multi conta. Você usar várias credenciais ao mesmo tempo.

Histórico salvo na nuvem.

O Hangouts já está disponível para iOS.

O ponto que ainda preciso entender é o porque de vincular um número de celular.

iMessage+Facetime? WhatsApp? Viber? Por isso que o Viber correu tanto…

Google+

Design responsivo baseado em cartões. Metro?

Hashtags inteligentes. Uma foto de um monumento é identificado e etiquetado.

E com isso fotos relacionadas serão exibidas.

Google Search

A busca por voz foi aprimorada esta quase uma conversa, Conversional Search. Parecido com o Google Now. Estará presente no Chrome.

Ficou mais assistivo do que o ativo Google Now, que por sua vez vai receber novos cartões: Lembretes, Músicas, Séries de TV, Livros, Transporte Público e VideoGames.

Google Maps

Mais social. Integrou o “FourSquare” com as recomendações e o “Waze” com as melhores rotas para um determinado lugar.

Mapas in door. Já já sera possível geolocalizar dentro de um shopping.

Integrou o Google Earth.

Etiquetas

Gustavo Faria

de um tempo em que a UFRJ formava não cientistas da computação, mas bacharéis em informática e acompanhe as Dicas do Coca.
Fechar