opinião

Arquétipos

O Gordo Geek provocou um questionamento ao dizer que não precisaria uma mudança no leiaute (sim essa palavra existe e é dicionarizada) do site. Afinal o iOS está aí desde 2007 e os usuários gostam.

Um Arquétipo é uma idéia perfeita. E quando plasmada na nossa realidade tridimensional, óbvio, fica bastante longe da perfeição.

É muito difícil identificar um Arquétipo no mundo real. Há longas discussões entre os estudiosos. Minha classificação lírica e totalmente subjetiva é a seguinte: não havendo mudanças, ou propostas de melhorias, no objeto por muito tempo, acredito, que estamos diante te um Arquétipo. Exemplos: Agulha, bola, … Há melhorias par ao material da bola, mas a forma em esférica é “perfeita”.

Longe de dizer que a Apple é “perfeita”. Mas considerar que existe um uma linha de desenvolvimento baseado em evolução. E outra que “nasce” pronta.

No universo CocaTech, vejo que há muito o que evoluir no site. Não apenas no leiaute, no conteúdo, nos textos, … Já no podcast não vejo o que melhorar. Um estúdio para gravar, microfones melhoesr, edição mais aprimorada, … estão nos planos e fará diferença. O ponto que quero pinçar é outro. O primeiro cast de 26 de abril de 2011 é substancialmente o mesmo de hoje. O prazer em degustar um episódio atual, em função da experiência obtida, é muito maior, mas é o “mesmo” cast.

Talvez isso seja limitação de minha parte. E por isso escrevo esse texto.

A Apple não aplica o modelo de desenvolvimento “evolutivo”. As coisas nascem prontas, a experiência é aprimorada mas não existem mudanças significativas.

Comparem.

iPhoneclassicvsiphone5

O mesmo acontece com o OS X.

10_0vs10_8

Gostaria, talvez não de mudanças, mas sim da possibilidade de poder “personalizar” mais. Talvez esteja influenciado pelo pod2g.

Já no universo Android há “evolução”.

android-compare

Primeiro Android lançado vs. Nexus 4. Se considerarmos o protótipo em 2006, a mundança é muito maior.

google-phone prototype

Mesmo limitando nos Google Phones oficiais, o Nexus One tinha outros botões físicos até, sem falar do Android.

nexusone1

A verdade é que isso ainda está confuso na minha cabeça.

Gustavo Faria

de um tempo em que a UFRJ formava não cientistas da computação, mas bacharéis em informática e acompanhe as Dicas do Coca.
Fechar